ITAPETINGA II FEIJOADA JESUS É VIDA

A II Feijoada Jesus é Vida acontecerá Domingo dia 08 de março de 2015 na Capela do Espirito Santo no Bairro Primavera,a partir das 11:00 horas.
Preço popular no valor de R$10,00 Dez Reais por pessoa.Os valores arrecadados serão revertidos para infra-estrutura e saúde dos moradores dos bairros periféricos de nossa cidade. Para adquirir  o seu bilhete procure algum membro da Associação,a Secretária Paroquial ou Coordenador de sua comunidade.

Telefones para contato:

(77)91448434 - Tim /(77) 88516579 - Oi /(77) 81132425 - Claro/




Morreu na noite de sexta-feira (27) o menino Arthur Ledo Rocha Brandão, de 5 anos, que passou por uma cirurgia de separação do irmão gêmeo, Heitor, no Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia. A informação foi confirmada ao G1 pela família dos siameses. A unidade de saúde não esclareceu a causa da morte até a publicação desta reportagem.

Ainda não há informações sobre o estado de saúde de Heitor na manhã deste sábado (28). No entanto, até a noite de sexta-feira ele permanecia internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com febre e respirando com a ajuda de aparelhos.

Os gêmeos eram unidos pelo tórax, abdômen e bacia, compartilhando o fígado e genitália. Os irmãos foram separados em uma cirurgia que começou às 10h30 de terça-feira (24) e terminou cerca de 15 horas depois, às 1h50 do dia seguinte. Desde então, eles seguiam internados na UTI do hospital

De acordo com a amiga da família Marla Rodrigues, todos estão abalados e tentando ser fortes para dar apoio a Heitor. “A família está tendo que ser forte porque o Heitor ainda precisa de oração, de força”, disse Marla.

G1


  • José Alfredo encontra diamante rosa no cofre de José Pedro
A última semana de "Império" promete fortes emoções. Depois de descobrir que seu filho José Pedro (Caio Blat) é seu maior inimigo Fabrício Melgaço, José Alfredo (Alexandre Nero) vai chegar ao limite.

Furioso, o Comendador vai tentar matar o filho esganado mas é impedido por Maria Marta (Lília Cabral) que atira um vaso na sua cabeça para defender José Pedro.

Antes disso, José Alfredo encontra o diamante rosa no cofre do filho, que chega na hora e o questiona.

"Vim pegar de volta o que é meu José Pedro... Ou seria melhor lhe chamar de Fabrício Melgaço?".

Marta (Lilia Cabral) observa tudo escondida e ficará horrorizada.

José Pedro então provoca o pai: "Você, na sua santa ignorância, nunca ouviu falar na palavra "regicida", é claro... Mas eu te digo o que ela significa: era assim que chamavam pessoas amaldiçoadas que, nos tempos das monarquias e dos Impérios, tinham coragem de matar um Rei e assim acabavam com a tirania dele".

O empresário então parte para cima de Zé Pedro e tenta esganá-lo: "Se é de mim que está falando, posso garantir que aprendeu a lição errado, porque, se alguém aqui vai morrer...", grita ele, sendo impedido pela mulher.
Uol /Gshow

Andressa Urach voltou a ser internada na última sexta-feira (27), por conta de problemas na perna por uso de hidrogel. A apresentadora deu entrada no Hospital Alvorada, em São Paulo, e passará por uma nova cirurgia de emergência.
Segundo comunicado divulgado por seu assessor de imprensa, Cacau Oliver, a vice Miss Bumbum está com um quadro de inflamação e edema na coxa esquerda.
A loira precisará retirar uma coleção líquida que está causando a inflamação em sua perna nas próximas horas.
A modelo procurou o hospital depois que voltou a sentir dores na coxa esquerda. Assim que deu entrada no local, Andressa teve de ser submetida a uma bateria de exames.
"A perna direita já está boa. Tenho fé em Deus que não será nada", disse Urach antes de saber do resultado.

Fonte: MSN
Schettini era professor do campus de Jequié, ator, dramaturgo e fundador do Grupo de Teatros Finos Trapos, criado em 2013
(Foto: Divulgação)



Um professor da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) morreu atropelado na BR-116, em Vitória da Conquista, na tarde desta sexta-feira (27). Roberto Schettini foi atingido por um caminhão quando deixava um carro.


Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o professor deixou o veículo e caminhou ao lado da rodovia, próximo de um distrito na zona rural de Conquista. Ele foi atropelado pelo caminhão.
Schettini era professor do campus de Jequié, ator, dramaturgo e fundador do Grupo de Teatros Finos Trapos, criado em 2013. Em nota, a Uesb lamentou a morte do professor, que fazia parte do Departamento de Ciências Humanas e Letras. Ele foi admitido na universidade em abril de 2010 e foi um dos fundadores do curso de Licenciatura em Artes, que foi dividido em 2012 em Teatro e Dança.
A Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) também divulgou nota lamentando a morte. "A Bahia perde um artista de grande disposição produtiva e criativa, entusiasta e representante de uma nova geração que se comove neste luto". A Funceb lembrou que Roberto foi vencedor do Melhor Diretor no Prêmio Braskem de Teatro 2008, pelo espetáculo “Auto da Gamela”.
A Uesb decretou luto oficial de três dias em seus campi e suspendeu as atividades acadêmicas e administrativas no campus de Jequié por hoje.
O velório será na Capelinha do Hospital São Vicente, em Conquista.


correio24horas
(Foto Carlos Silva/Itapetingaacontece)

A conta de luz ficará mais cara para consumidores atendidos por 58 concessionárias a partir da próxima segunda-feira (2). A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou a revisão tarifária extraordinária para essas empresas. A previsão é de aumento médio de 23,4%. Os maiores reajustes serão para as distribuidoras AES Sul (39,5%), Bragantina (38,5%), Uhenpal (36,8%) e Copel (36,4%). Os mais baixos serão aplicados para as distribuidoras Celpe (2,2%) e Cosern (2,8%). A distribuidora CEA, do Amapá, não pediu a revisão tarifária. Já as empresas Amazonas Energia (AM), Boa Vista Energia e CERR (RR) não terão revisão tarifária porque não participam do rateio da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) e não estão no Sistema Interligado Nacional. A Ampla (RJ) também não passou pela revisão, porque seu processo tarifário ocorre em 15 de março, quando todos os efeitos serão considerados. Os impactos da revisão serão diferentes conforme a região da distribuidora. Para as concessionárias das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, o impacto médio será de 28,7% e, para as distribuidoras que atuam nas regiões Norte e Nordeste, de 5,5%. A diferença ocorre principalmente por causa do orçamento da CDE e da compra de energia proveniente de Itaipu. Bandeiras tarifárias Também começam a valer na semana que vem os novos valores para as bandeiras tarifárias, que permitem a cobrança de um valor extra na conta de luz, de acordo com o custo de geração de energia. Além da revisão extraordinária, as distribuidoras passarão neste ano pelos reajustes anuais, que variam de acordo com a data de aniversário da concessão. Segundo a Aneel, a revisão leva em consideração diversos fatores, como o orçamento da CDE deste ano, o aumento dos custos com a compra de energia da Usina de Itaipu - por causa da falta de chuvas -, o resultado do último leilão de ajuste – que aumentou a exposição das distribuidoras ao mercado livre – e o ingresso de novas cotas de energia hidrelétrica. “No ano passado e neste ano, o custo da energia elétrica tem sido realmente alto, porque o regime hidrológico não está favorável, temos despachado todas as térmicas, que têm um custo mais alto”, explicou o diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino. A revisão extraordinária está prevista nos contratos de concessão das distribuidoras e permite que a Aneel revise as tarifas para manter o equilíbrio econômico e financeiro do contrato, quando forem registradas alterações significativas nos custos da distribuidora, como, por exemplo, modificações de tarifas de compra de energia, encargos setoriais e de uso das redes elétricas. Na tarde de hoje, a Aneel também aprovou o orçamento da CDE para este ano, que prevê repasse de R$ 22 bilhões para a conta dos consumidores de energia. Entre dezembro de 2014 e fevereiro de 2015, várias empresas solicitaram a revisão extraordinária, por causa da falta de chuvas e da maior necessidade de compra de energia de termelétricas, que é mais cara.


  Sabrina Craide - Agência Brasil

Prefeita Menininha recebeu hoje em sua residência procurador da empresa Suzana Calçados, Sr. Janderson onde o mesmo aprovou o galpão e as melhorias que a prefeitura de Maiquinique vai fazer e entregar pronto para funcionamento da empresa. Na oportunidade a prefeita falou com Almir Manoel Atanásio dos Santos, por telefone ele agradeceu Menininha pela força que ela vem dando no município e em Salvador através do Senador. Otto Alencar, Deputado. José Nunes e com governador Rui Costa.A prefeita Menininha agradeceu Almir por ter escolhido também Maiquinique para abrir sua empresa, agradece o vice prefeito Adilson Martins, Vereadores do governo cuidar de você é um compromisso, Secretariados e a população do município pelo apoio e as orações !!!




Publicado por: Andreangelo
Decisão judicial determina que todas as companhias de telefonia suspendam temporariamente o Whatsapp no Brasil
O Núcleo de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Piauí confirmou a existência de uma ordem judicial que exige a suspensão do aplicativo WhatsApp em todo o território nacional.
Mesmo tendo caráter sigiloso, a decisão do juiz Luiz de Moura Correia, da Central de Inquéritos da Comarca de Teresina, tomada no dia 11 de fevereiro, vazou na internet nesta quarta-feira (25).  O serviço não foi interrompido ainda porque os provedores teriam entrado com recurso na Justiça contra a decisão de Correia. 
O mandado foi encaminhado aos provedores de infraestrutura (backbones, ou seja, os serviços que conectam o Brasil à internet) e aos provedores de conexão (operadoras de telefonia móvel, entre outras), para que suspendam temporariamente o aplicativo de mensagem instantânea, até que o WhatsApp cumpra determinações judiciais de 2013. 
A suspensão atinge os domínios whatsapp.net e whatsapp.com. Segundo a sentença, os provedores devem garantir a "suspensão do tráfego de informações de coleta, armazenamento, guarda e tratamento de registros de dados pessoais ou de comunicações entre usuários do serviço e servidores do aplicativo". A determinação deveria ter sido cumprida no dia 12 de fevereiro, já que o prazo estabelecido pelo juiz era de 24 horas.
A sentença, segundo esclareceu o Núcleo de Inteligência, foi expedida em virtude de anterior descumprimento judicial do WhatsApp. Como as ações correm em segredo de justiça, não foram revelados os tipos de descumprimentos, mas, como aponta o órgão, estão baseadas em infrações referentes ao Marco Civil da Internet.
As referidas decisões tiveram início em 2013, mas até a presente data os responsáveis pelo WhatsApp não acataram as ordens judiciais. "A empresa não vem cumprindo as decisões judiciais que foram proferidas desde 2013. Por isso, entramos com uma representação para que o juiz tomasse uma providência", disse Kátia Esteves, responsável pela Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente.
Como Kátia foi designada a acompanhar o inquérito, levantou-se a suspeita de que as ações envolvessem crianças e/ou adolescentes. Na coletiva de imprensa, realizada em Teresina, a delegada não confirmou a informação. 
Em nota, o SindiTeleBrasil --a entidade que representa as empresas de telecomunicações no país-- disse que o setor recebeu com surpresa a decisão do juiz Luiz Moura Correia. Segundo o órgão, a medida pode causar "um enorme prejuízo a milhões de brasileiros que usam os serviços, essenciais em muitos casos para o dia a dia das pessoas, inclusive no trabalho".  A medida, como definiu o SindiTeleBrasil, é desproporcional.
"Para conseguir informações de um número reduzido de pessoas, negadas pela proprietária do Whatsapp, decidiu-se suspender o serviço em todo o País. E para isso, exigir a aplicação dessa medida das prestadoras de telecomunicações, que não têm nenhuma relação com o serviço."
A reportagem tentou contatar o WhatsApp, mas não recebeu nenhum retorno.


tecnologia.uol

Ministro argumentou que critério foi definido por sugestão de especialistas


Foto: Bruno Alencastro / Agencia RBS
Crianças menores de seis anos de idade não poderão mais ser matriculadas no Ensino Fundamental conforme decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A Corte modificou acórdão do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5) que permitia que crianças que completassem seis anos após 31 de março fossem matriculadas no Ensino Fundamental em Pernambuco, desde que tivessem a capacidade intelectual comprovada por meio de avaliação psicopedagógica.
A decisão do TRF5 foi motivada por ação civil pública apresentada pelo Ministério Público Federal contra os critérios fixados nas resoluções número 1 e 6 do Conselho Nacional de Educação (CNE). No entanto, para o ministro Sérgio Kukina, relator dos recursos na Primeira Turma do STJ, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) é clara ao definir que o ensino fundamental obrigatório inicia-se aos seis anos de idade.
"A insofismável circunstância de que a criança, após a data de corte, 31 de março, pudesse completar seis anos ainda ao longo do ano letivo não indica desarmonia ou afronta ao aludido Artigo 32, até porque o artigo 29 da mesma LDB, de forma coerente, estabelece que o ciclo etário alusivo ao antecedente ensino infantil abarca crianças de 'até seis anos de idade', evitando indesejado hiato etário que pudesse acarretar prejuízo aos infantes", argumentou o ministro em seu voto proferido em dezembro do ano passado e divulgado nesta segunda-feira pelo STJ.
O relator ressaltou ainda que o critério cronológico para a iniciação no ensino fundamental não foi definido "aleatoriamente", mas sim precedido de diversas audiências públicas e sugestões de especialistas. Para Sérgio Kukina, a simples leitura dos dispositivos da LDB mostra que não há ilegalidade nas resoluções do CNE que impedem o acesso de crianças abaixo de seis anos de idade ao ensino fundamental.
Além disso, o ministro relator destacou que a eventual modificação da idade mínima para ingresso no Ensino Fundamental por parte do Poder Judiciário representaria uma "invasão de competência" na tarefa do Poder Executivo na tarefa de definir diretrizes educacionais no âmbito do Ensino Fundamental.
O caso foi analisado pelo STJ depois que a União recorreu da decisão do TRF5 que possibilitou a matrícula de crianças menores de seis anos de idade no Ensino Fundamental em Pernambuco. O Ministério Público Federal também recorreu ao STJ para que o então entendimento do TRF5 fosse válido em todo o território nacional e não apenas aos pernambucanos.
Iinformações: zh.clicrbs

Campanha arrecadou valor necessário para quitar dívida com ex-nora


A idosa Benedita Conceição dos Santos, 63 anos, foi solta nesta terça-feira (24) depois de 13 dias em Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde estava detida por ter deixado de pagar a pensão alimentícia de dois netos. A dívida que gerou a prisão era de R$ 4.417,36, valor que foi arrecadado a partir de uma campanha feita por uma rádio de Teixeira de Freitas.

 Benedita ficou presa por não pagar pensão para netos (Foto: Sul Bahia News) Segundo Mozart Soares, advogado da idosa, políticos da região também doaram na campanha e houve um empréstimo de um lojista de cerca de R$ 1.500. "Esse valor será devolvido pelo filho da dona Benedita", esclarece. Agora, o defensor vai entrar com uma ação para redução do valor da pensão alimentícia, porque nem Benedita nem o filho têm condições de arcar com este custo no momento. O acordo para o pagamento mensal da pensão foi de R$ 250, mas Benedita atualmente tem apenas a renda de uma aposentadoria do marido, Valdemar da Paz, 79, que é doente. As crianças, de 7 e 3 anos, moram com a mãe no distrito de Argolo. Benedita assumiu a responsabilidade de pagar a pensão depois que o filho, que mora em outro estado, perdeu o emprego. Como o filho da idosa estava em outro estado, o juiz substituto da Comarca de Nova Viçosa William Bosaneri Araújo, expediu um mandado de prisão contra Benedita, que ficou presa desde o dia 10 de fevereiro.

 FONTE: http://www.correio24horas.com.br/detalhe/noticia/idosa-presa-por-nao-pagar-pensao-para-netos-paga-divida-e-deixa-prisao/

Sábado, 21/02/15: A Guarnição Punhos de Aço do PETO/8ª CIPM de Itapetinga, sob o comando do Sargento PM Ageilson Lima, auxiliado pelos soldados Arllen e Pedroso, durante Patrulhamento Ostensivo de rotina pela Rua Beira Rio, Bairro Clodoaldo Costa, recebeu denúncia de tráfico de drogas em uma residência na localidade. Ageilson pediu autorização para adentrar o imóvel, e a mãe do suspeito autorizou. Após uma busca minuciosa no interior e quintal da residência, a PM encontrou nos fundos de uma casa vizinha, vinte e seis (26) pinos de crack, uma bucha de maconha e três munições calibre 32 intactas. prisão shurengoageilson lima, arlen, pedrozoA dona da casa e um adolescente de 17 anos foram conduzidos ao Complexo Policial para lavratura do B.O.C (Boletim de Ocorrência Circunstanciado) e Auto de Apreensão da droga e munição. Após qualificação e oitiva na DT (Delegacia Territorial de Itapetinga), mãe e filho foram liberados por determinação do delegado plantonista Frank Nogueira.
O material apreendido foi encaminhado ao DPT para ser periciado. A Guarnição comandada pelo Sargento PM Ageilson Lima não mede esforços para dar uma resposta a comunidade quando a PM é solicitada em alguma ocorrência. O comando da 8ª CIPM tem contado com integrantes do PETO e da ROTAM nas operações especiais, ocorrências de crime ou de grande aglomeração, a exemplo da manifestação dos Topiqueiros de Bandeira do Colônia (Distrito de Itapetinga), que interditaram a pista da BA-263, nos dois sentidos, desde a madrugada da última sexta-feira, 20/02/15, até às 08:30h da manhã, em reivindicação ao direito de explorar o Transporte Alternativo na Linha Itapetinga/Itororó. Com a chegada da Polícia Militar do 4º PEL PM de Itororó e reforço de Itapetinga, a manifestação chegou ao fim, pois já havia engarrafamento na rodovia de aproximadamente três quilômetros.


itapetinganamidia.
O pai que confessou ter matado a filha de 2 anos com tiros de espingarda prestou depoimento na manhã dessa segunda-feira (23) à polícia e disse que cometeu o crime depois de ouvir da ex-mulher que a criança não era filha dele. “Essa peste tá infernizando minha vida, disse que a menina não é filha minha. Eu sei lá [o que motivou o crime], deu uma doidice na minha cabeça”, disse aos policiais, fazendo referência à mãe da criança, de quem está separado há cerca de dois meses. O crime aconteceu na tarde do domingo (22) na cidade de São Bentinho, Sertão da Paraíba. Os policiais tomaram o depoimento no Hospital Regional de Pombal, onde o homem de 34 anos está internado. Ele atirou em si mesmo após matar a filha, mas não corre risco de morrer. O crime - Segundo informações levantadas pela polícia, o homem estava embriagado quando atirou com uma espingarda na criança, que dormia em uma rede. A menina chegou a ser socorrida e levada para o Hospital Infantil Noaldo Leite, em Patos, onde foi conduzida para o centro cirúrgico. Porém, a criança não resistiu aos ferimentos e morreu. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Patos e já foi liberado pela família. Testemunha - Uma testemunha que conversou com a TV Paraíba (Globo), mas não quis ser identificada, disse que acompanhou parte da discussão do homem com a ex-esposa ao telefone, minutos antes do crime. Ela disse que, depois da conversa, ele começou a chorar. Segundo essa mesma testemunha, enquanto o homem conversava com a mãe da criança, uma vizinha pegou a menina, deu banho e mamadeira e a colocou pra dormir. “Depois de uma meia hora mais ou menos aconteceu o fato”, afirma. Segundo a polícia, o homem já tinha passagem por agressão à ex-esposa e agora vai ser indicado por homicídio. De acordo com o delegado Aroldo Queirosa, ele vai ser transferido para Campina Grande para tratamento médico devido à lesão do tiro que deu em si mesmo. “Ele vai ser transferido e ficar sob custódia até ter alta. Em seguida, será conduzido à cadeia pública da comarca, onde vai deverá ficar à disposição da justiça”, disse o delegado. Veja mais em vídeo aqui.


 Por: G1

Itapetingaacontece

Cadastre seu Email para receber Informações do Site